GUIA DE TURISMO DE IBICOARA - CHAPADA DIAMANTINA - BAHIA BRASIL

GUIA DE TURISMO DE IBICOARA - CHAPADA DIAMANTINA - BAHIA BRASIL

Cachoeira da Fumacinha - Ibicoara Chapada Diamantina Bahia - Brasil.

 

Chapada Diamantina, Ibcoara. Lago do Baixão em Ibcoara, trlha da Fumacinha, Véu de Noiva e outras lndas cachoeras de Ibcoara.

 

Ibicoara Bahia, Lago do Baixão.

 

Ibicoara

Ibicoara, Canyon da cachoera do Buracão.

 

Ibicoara Bahia, Canyon do Buracão, Chapada Diamantina.

 

O guia de turismo  é o profissional encarregado de acompanhar, orientar e transmitir informações a grupos que visitam as belezas naturais do território nacional em excursões (municipais, estaduais ou interestaduais) e em viagens internacionais. Assim sendo, cabe ao guia orientar e promover os despachos e a liberação dos passageiros e suas bagagens em terminais de embarque e desembarque (marítimos, aéreos, etc.); organizar as atividades do dia, desenvolver itinerários de visitas; atender os passageiros e portar a identificação emitida pela EMBRATUR.

É através do trabalho do guia de turismo que os visitantes não só conhecem lugares novos, mas também entendem e, portanto, valorizam a cultura, modo de viver e costumes de cada cidade ou país. Ou seja, o guia é o anfitrião do turista, quando o guia faz um bom trabalho, é certo que o turista guardará ótimas lembranças do lugar apresentado.

As características desejáveis de personalidade para a pessoa que deseja seguir esta profissão são: dinamismo, iniciativa, interesse pelo folclore nacional e mundial, criatividade, sociabilidade, espírito de liderança, facilidade de comunicação

A profissão de guia de turismo foi regulamentada em outubro de 1993 e está classificada da seguinte forma:

1-Regional: pode atuar em todo o território nacional, é cadastrado em sua própria cidade, deve possuir, no mínimo, ensino médio completo e ter dezoito anos.

2-Especializado em atrativos naturais: também conhecido como guia ecológico, pode atuar somente na unidade da federação onde foi cadastrado e realizou o curso de guia. Este profissional não pode atuar em turismo cultural. O grau de instrução e a idade são os mesmos do guia regional.

3-Nacional: também conhecido como guia de excursão, não pode atuar em sua cidade, mas pode trabalhar em toda a América do Sul e em todo o território nacional. Deve ter ensino médio completo e sua idade deve ser de 21 anos ou mais.

4-Internacional: deve ser maior de 21 anos; ter o ensino médio completo; possuir inglês intermediário (ou preferencialmente avançado e o conhecimento de outra línguas) e atua no exterior.

Quando o guia de turismo consegue todos os títulos acima citados, recebe o certificado de técnico em turismo. Recomenda-se que o guia curse faculdade de turismo, cuja duração é de 4 anos e serão estudados tópicos como: sociologia, história da cultura, geografia e planejamento, organização do turismo, entre outros.

O ecoturismo, também chamado de turismo ambiental, turismo sustentável, turismo verde, é uma atividade realizada de forma responsável, que cumpre os princípios elementares de desenvolvimento sustentável. Ele é uma vertente do turismo voltada para a apreciação de elementos da natureza, realizado de forma consciente e ecologicamente correta.

Seu desenvolvimento proporciona um baixo impacto ambiental, visto que é impossível não ocorrer nenhuma alteração no ambiente durante o trânsito de pessoas e veículos em um determinado local, no entanto, sua prática é bem menos agressiva ao meio ambiente, além de ter parte dos recursos financeiros destinados à preservação ambiental.

O público que busca esse tipo de turismo visa estar em contanto com a natureza, sair da rotina de estresse do trabalho, satisfazer necessidades de repouso, diversão, recreação, aventura, entre outros prazeres. Entre as atividades desenvolvidas estão: trilhas ecológicas, tirolesa, arvorismo, cavalgada, boia-cross, cicloturismo, observação de fauna e flora, trekking, asa-delta, balonismo, rafting etc.

Um dos grandes aspectos positivos das atividades desenvolvidas no ecoturismo é a relação com a educação ambiental, pois o contato direto com o meio ambiente e as comunidades visitadas pode promover o respeito e a conscientização ambiental e cultural. Palestras de campo, eventos ecológicos, visitas monitoradas por guias qualificados, entre outros, também auxiliam nesse processo.

O ecoturismo vem ganhando vários adeptos e, atualmente, é o segmento de turismo que mais cresce no mundo, representando 8% do mercado global. No Brasil, o ecoturismo tem apresentado crescimento de 30% ao ano. A grande variedade de belezas naturais do país contribui para esse aumento acima da média mundial. Os guias de turismo de Ibicoara se encontram na cidade.

 

buracaoibicoarabahia.blogspot.com.br/