CHAPADA DIAMANTINA ESPORTES - ESPORTES RADICAIS CHAPADA DIAMANTINA - GUIA DE TURISMO

CHAPADA DIAMANTINA ESPORTES - ESPORTES RADICAIS CHAPADA DIAMANTINA -  GUIA DE TURISMO

Esporte de aventura ou Esporte Radical, são termos usados para designar esportes com um alto grau de risco físico, dado às condições extremas de altura, velocidade ou outras variantes em que são praticados.

Para que um esporte radical seja bem sucedido, é preciso levar em conta o que é preciso, um exemplo é o condicionamente físico, o estado mental, equipamentos e a alimentação, esses são os fatores mais importantes.

A definição de esporte de aventura surgiu no final dos anos 80 e início dos anos 90, quando foi usado para designar esporte de adultos como o, paintball, skdiivng, surf, alpinismo,montanhismo , quedsmo, gliding , jumping, trekking , montain Bike, que antes eram esportes praticados por um pequeno grupo de pessoas, passou a se tornar populares em pouco tempo.

Uma característica de atividades semelhantes na visão de muitas pessoas é a capacidade de causar a aceleração da adrenalina nos participantes. De qualquer forma, a visão médica é que a pressa ou altura associadas com uma atividade não é responsável para que a adrenalina lance hormônios responsáveis pelo medo, mas sim pelo aumento dos níveis de dopamina, endorfina  e serotonina por causa do alto nível de esforço psíquico. Além disto, um estudo recente sugere que haja uma ligação para a adrenalina e a "verdade"” dos esportes radicais. O estudo define os esportes radicais como um lazer ou atividade recreativa muito agradável, mas se tiver uma má administração poderão gerar acidentes e até a morte do praticante. Esta definição é designada para separar anúncio comercial que exagera na descrição dos fatos e "aumenta" a atividade realizada. Outra característica das atividades rotuladas é que elas tendem serem de preferência individuais do que esportes de equipe. Os esportes radicais podem incluir ambas atividades competitivas e não-competitivas.

Muitos participantes quase não sabem de todas as atividades que os esportes radicais compreendem. O mais apaixonado purista, o rótulo dos praticantes dos esportes radicais, não combina com a realidade, porque eles não competem para ganhar "qualquer coisa". De forma mais grave, os esportes radicais são freqüentemente rotulados como culpados por estereotipar os participantes desta atividade como estúpidos, impulsivos, e às vezes suicída.

Alguns dos esportes já existem há décadas e são proponentes de gerações de momento, algumas dão origem a personalidades bem conhecidas. A escalada tem gerado nomes reconhecidos publicamente como o Edmund Hillar Chris Bonington, Wolfgang Gullich e mais recentemente Joi Simpson. Outro exemplo, de esporte radical que originalmente foi inventado séculos atrás foi o surf e o bungee jump, ambos criados pelos nativos havainos como forma de "teste" entre os homens da aldeia.

 

Rapel: do lazer ao salvamento

 

Se aventurar na queda de uma cachoeira, descer uma montanha após uma escalada ou adentrar nos mistérios de uma caverna, são algumas emoções que o rapel oferece aos seus praticantes. Porém, muitos não sabem que o rapel é utilizado para salvar vidas de pessoas e também é prática comum entre os policiais.

O rapel é uma técnica de descida, na qual a pessoa desliza de forma controlada, por cordas, vencendo obstáculos. Essa atividade está no Brasil há muitos anos, mas até hoje uma discussão toma conta do rapel: é uma técnica ou esporte?

Para muitos, o rapel é um esporte radical, mesmo para aqueles que não sabem escalar, pois ele permite várias "manobras" durante a descida. Segundo Armindo Junior, policial civil e instrutor chefe da Rapel e Cia, o rapel no Brasil ainda não é reconhecido como esporte, mas sim como técnica de descida. "Apesar de existir algumas associações que caminham para a regulamentação legal do rapel como esporte, ainda não há resposta".

Tendo o rapel como esporte, os praticantes seriam beneficiados. "Assim os praticantes vão poder aproveitar mais o esporte, a fiscalização junto a curiosos e grupos amadores, que praticam e pensam que estão ensinando algo a alguém, sem a menor técnica e condições de ensino, com falta de equipamentos adequados, evitariam acidentes fatais", ressalta Armindo Júnior, praticante desde 1997.

O equipamento de segurança é o principal requisito para a pratica de uma atividade vertical. Deve estar sempre em boas condições, ser de boa marca, procedência e passar sempre por uma manutenção, que é simples.

"O rapel, se praticado com as devidas medidas de segurança, é uma atividade muito prazerosa, onde o seu praticante fica totalmente adrenalizado, porém é um esporte que lida com a vida, e deve-se sempre estar atento a segurança", avisa o instrutor-chefe da Rapel e Companhia.

O rapel também é utilizado por grupos de ações táticas. Além dos itens fundamentais do rapel, no curso de Rapel Tático o aluno aprende fazer resgate de reféns, invasão e evasão rápida com cobertura, ancoragens e nós, ascensão (subida por corda), escolha de pontos de ancoragens, conhecimento e utilização de equipamentos. É um curso seguro e pode ser feito por policiais, guarda civil municipal e profissionais da área de segurança privada.

Para os interessados, a dica é primeiramente procurar uma empresa especializada e qualificada no curso de rapel, ver alguns dos trabalhos já realizados por esta empresa e se o instrutor da mesma também é capacitado.

 

Canyoning é um desporto que consiste na exploração progressiva de um rio, transpondo os obstáculos verticais e anfíbios, através de diversas técnicas e equipamentos.

Este desporto teve o seu nascimento no final da década de 1970 na Europa, mais precisamente em França e em Espanha.

O desporto em Portugal está a crescer rapidamente, uma vez que este país tem diversos rios, que proporcionam esta prática desportiva.

A emoção e adrenalina é a maior atracção para os praticantes que se apaixonam pela exploração de canyons. Aquando do avanço progressivo do rio, os praticantes conseguem ser supreendidos por situações novas e inesperadas.

Ao contrário do que alguns pensam, o Canyoning é um desporto extremamente seguro, que utiliza equipamentos de alta tecnologia e desempenho. O facto de se estar em contacto permanente com a natureza consegue transmitir ao praticante do desporto uma sensação inexplicável de liberdade e harmonia.

 

Arborismolissimos (arvorismo) é um esporto radical que consiste na travessia entre plataformas montadas no alto das árvores, ultrapassando diferentes tipos de obstáculos como escadas, pontes suspensastirolesas e outras atividades que podem ser criadas.

A atividade é muito utilizada no turismo de aventura, para lazer e recreação, e para estudos de fauna e flora das camadas mais altas da floresta.

Bungee jumping é um esporte radical praticado por muitos aventureiros corajosos, que consiste em saltar para o vázio amarrado aos tornozelos ou cintura a uma corda elástica. Há muito tempo, este desporto era uma espécie de prova Iniciação pela qual os rapazes de umaaldeia teriam de passar para poderem começar a ser chamados de adultos.

 

Apesar de só haver uma prova por ano, consistia em irem buscar lianas, subirem uma espécie de escada com cerca de 5 metros, prenderem um extremo da liana à cana da escada e o outro extremo a um dos seus pés. Depois teriam de se atirar e, se chegassem lá a baixo sãos e salvos, tornar-se-iam adultos. Mas, se por outro lado, a liana se rompesse ou se fosse comprida demais, eles morreriam .

 

canoagem é um esporte náutico, praticado com canoa ou caiaque, sendo modalidade Olímpica desde 1936.

História

As canoas foram desenvolvidas no transcurso de milhares de anos primeiramente pelos povos nativos da América do Norte. A palavra que conhecemos hoje (canoa) deriva da palavra Kenu, que significa dugout, um tipo de canoa feito de tronco de árvore. Por muitos anos (e até mesmo hoje), foi o meio de transporte mais usado na colonização da [América do Norte], [Amazonas] e [Polinésia].

 

mergulho é uma prática muito antiga que consiste na exploração submarina utilizando-se ou não de equipamentos especiais.

História

padre italiano Giovanni Alfonso Borelli foi o primeiro homem a mergulhar com segurança e conforto. Seu bem-sucedido passeio subaquático, em 1679, contou com um traje impermeável feito de couro e untado de sebo. Ele tentava, rusticamente, reduzir as agruras causadas pelo frio, uma das grandes dores de cabeça dos mergulhadores. Antes dele, porém, o historiador grego Heródoto relatava que o imperador Xerxes tinha organizado expedições para buscar, nas profundezas do oceano, os tesouros submersos dos persas.

Aristóteles, o notável filosofo da Grécia antiga, narrou a descida de Alexandre, o Grande, num sino de mergulho primitivo para observar a vida marinha.

No ano de 1899, o francês Besnoit Rouquayrol patenteou o primeiro aparelho de respiração autônoma. Mas faltava uma válvula de alta pressão. Sem ela, não havia como equilibrar as altas pressões existentes no fundo do mar. A solução foi encontrada pelo francês Jacques-Yves Cousteau, em 1943. Na época, ele vivia no sul da França, praticando caça submarina para se manter. Junto com o engenheiro Emile Gagnham, que projetou uma válvula de alta pressão, Cousteau aperfeiçoou o aparelho de Rouquayrol, batizado deaqualung.

 

tirolesa é uma atividade esportiva de aventura originária da região do Tirol, na Áustria. Consiste em um cabo aéreo ancorado entre dois pontos, pelo qual o praticante se desloca através de roldanas conectadas por mosquetões a um arnês. Tal atividade permite ao praticante a sensação de sobrevoar o terreno que passa por baixo, sem exigir esforço físico do praticante.

tensão da corda é importante para que não se forme uma "barriga" no cabo, o que prejudicaria a trajetória da carga em movimento, podendo detê-la antes do final do curso pretendido.

Essa atividade é praticada em campo aberto e de preferência acima de um lago. Geralmente, quando a tirolesa é praticada sobre um lago, no final do percurso o aventureiro se solta de seu equipamento e cai na água, acrescentando assim mais adrenalina e emoção.

 

epeat:i� a 0b 误grego Heródoto relatava que o imperador Xerxes tinha organizado expedições para buscar, nas profundezas do oceano, os tesouros submersos dos persas.

 

Aristóteles, o notável filosofo da Grécia antiga, narrou a descida de Alexandre, o Grande, num sino de mergulho primitivo para observar a vida marinha.

No ano de 1899, o francês Besnoit Rouquayrol patenteou o primeiro aparelho de respiração autônoma. Mas faltava uma válvula de alta pressão. Sem ela, não havia como equilibrar as altas pressões existentes no fundo do mar. A solução foi encontrada pelo francês Jacques-Yves Cousteau, em 1943. Na época, ele vivia no sul da França, praticando caça submarina para se manter. Junto com o engenheiro Emile Gagnham, que projetou uma válvula de alta pressão, Cousteau aperfeiçoou o aparelho de Rouquayrol, batizado deaqualung.

Trekking é uma palavra de origem sul-africana que significa seguir um trilho[1] ou o chamado percurso pedestre e fazê-lo a pé. Como desporto está inserido na modalidade de pedestrianismo. Só há quem não lhe chame de caminhada porque é talvez mais competitiva, é longa e implica dormir “fora”, em abrigos ou tendas, mudando de lugar como se um excursionista ou um peregrino a pé se trata-se, enquanto numa vulgar ou mais comum se regressa ao ponto de partida para passar a noite[2], no fim, é um passeio na Natureza por mais que um dia seguido

 

. O parapente (paraglider em inglês) é semelhante a um paraquedas pois também tem uma estrutura flexível e o utilizador está suspensos. O voo de parapente é uma modalidade de voo livre que pode ser praticado tanto para recreação quanto para competição onde é considerado esporte radical.

Enquanto que o paraquedista se limita "passivamente" a diminuir os riscos de uma aterragem violenta, o parapentista tem um voo dinâmico, onde o piloto controla sua não só a 100% a sua descida como em circunstâncias favoráveis de correntes de ar ascendentes pode manter-se a voar por períodos longos além de poder escolher a direcção para onde quer ir.

Denomina-ser paramotor o parapente no qual um motor é empregado para propelir o piloto.

 

xtj� ea0b 误to; -webkit-text-stroke-width: 0px;float:none;word-spacing:0px'>. Só há quem não lhe chame de caminhada porque é talvez mais competitiva, é longa e implica dormir “fora”, em abrigos ou tendas, mudando de lugar como se um excursionista ou um peregrino a pé se trata-se, enquanto numa vulgar ou mais comum se regressa ao ponto de partida para passar a noite[2], no fim, é um passeio na Natureza por mais que um dia seguido.

 

rafting é a prática de descida em corredeiras em equipe utilizando botes infláveis, equipamentos de segurança. Antes de começar qualquer descida de rafting comercial, um condutor da atividade passa à todos os participantes detalhadas instruções de conduta relativas à segurança. Estas Instruções são lembradas pelos demais condutores durante momentos estratégicos da descida, e seu cumprimento é fundamental para a segurança de todos. O rafting comercial proporciona a experiencia de descer o rio para pessoas de qualquer idade e em sua maioria pessoas que nunca tiveram uma experiência anterior, tornando o esporte acessível porém, a atividade deve seguir aqui no Brasil a Lei Geral do Turismo (LEI Nº 11.771, DE 17 DE SETEMBRO DE 2008 e Decreto 7381-2010 Regulamenta a lei Geral do Turismo), que especifica que uma Empresa de Rafting deve:

- Ser uma Agência de Turismo;

- Possuir Certificado de Cadastro no Ministério do Turismo – CADASTUR;

- Deve ter a norma técnica Sistema de Gestão da Segurança ABNT NBR-15.331 implementada;

- Deve ter condutores de rafting qualificados de acordo com a norma técnica ABNT-NBR-15370 Competência de Pessoal – Condutores de Rafting.

Sem os requisitos mencionados a empresa não pode exercer a atividade. Os primeiros relatos de rafting que se tem notícia são nos riosColorado e Mississippi.

FONTES: pt.wikipedia.org/wiki/Esporte_de_aventura